segunda-feira, 24 de maio de 2010

menino do interior

minha mãe na feira :D kkkkk
A feira!
A paisagem!


Com uma paisagem impar, o caminho do interior é lindo; campos verdes, orvalho, neblina, céu azul, gado no pasto, plantação de cana-de-açucar... 6:00h, temperatura agradável. Na chegada tudo tranquilo, um rio banhando o município, uma igreja antiga e linda; e como de tradição: A FEIRA. O que sustenta a economia da região. Na feira há de tudo: sapato, roupa, brinquedo, carne, galinha, tudo o que você imaginar. O lindo e encantador é ver as crianças semi-nuas mascando chiclete (maior que sua boca) e correndo, brincando no sol dos infernos de meio-dia. Engraçado é ver a cara das galinhas vivas, mas prontas para o abate do almoço ou jantar daquele mesmo dia, elas com uma expressão de "Adeus".
Há também muita pobreza, mas nas feições daquelas pessoas que ali habitava não havia tristeza. E parei para refletir: Tenho tudo que está ao meu alcance (não sou rica), mas não me falta nada, tenho roupas, comida, uma casa boa, protegida e quentinha, porém, quase nunca me contento com o que tenho, sempre quero mais! Não sou gananciosa, mas é normal do ser humano, quanto mais temos, mais queremos, e quase sempre desvalorizamos o que possuimos.
Enfim, a melhor parte de viajar para o interior é que sempre, na volta, paramos em uma churrascaria e nos fartamos com uma boa comida. Enquanto, depois de almoçar, no caminho para casa, vejo pessoas que moram em barracos de lona. Ironia não?

6 comentários:

  1. "E parei para refletir: Tenho tudo que está ao meu alcance (não sou rica), mas não me falta nada"
    Também já tive essa sensação quando viajei para o interior! É bom saber disso, mas ao mesmo tempo bate aquele aperto pelos que não têm, não é mesmo?

    ResponderExcluir
  2. valeu por seguir gata ;D
    beijos ;*

    ResponderExcluir
  3. O interior é livre...de poluição, de tendências, de moda, de padrões.
    Acho que por isso é tão rico de pessoas que sabem reconhecer quem são e serem admiradas por pessoas que pensam que são.
    ^^
    Bjus

    ResponderExcluir
  4. Sempre que passo em bairros que não são do centro na minha cidade, percebo que sempre são os mais agitados, onde as pessoas parecem ser mais felizes. Algumas pessoas vivem tão precariamente mas não deixam isso abalar a vida, a felicidade, outras tem de tudo, mas não sabem o que é ser feliz, irônico também né?

    ResponderExcluir
  5. é verdade :D
    obrigada pelos recados!
    ;**

    ResponderExcluir

O que os meus descobridores pensam?